Rappers defendem a participação de Valter, o Slim Rimografia, no "BBB"

Extraído de: entretenimento.uol.com   Janeiro 08, 2014

Veja Álbum de fotos

A cultura hip hop estará representada no "BBB14" e a escolha de Valter Araújo, de 35 anos, conhecido como Slim Rimografia, dividiu os fãs de rap. Enquanto muitos acreditam que hip hop e o reality show não combinam, outros acham que o programa é uma oportunidade de visibilidade.

Um bom termômetro dessa briga está no perfil de Slim no Facebook. Um dos seguidores do artista não perdoou sua decisão: "É lamentável. O rap luta tanto pela cultura do Brasil e esse programa é uns dos mais fúteis que existe (...) Espero que seja uma brincadeira pois sempre admirei muito seu trabalho e sua caminhada. Mas se for real, já que fez a merda, pelo menos não manche o rap lá dentro". Outro seguidor defendeu a escolha de Slim. "Baixam músicas grátis na net e querem falar que o rap se vendeu, paguem as contas dele então", escreveu.

A decisão teve apoio de rappers conhecidos do público -- e alguns até assumiram que assistem ao programa. Emicida falou no Twitter: "As vezes, Jesus se disfarça de Slim no BBB pra ver se vocês têm mais alguma coisa para fazer da vida além de cuidar da dos outros".

As vezes, Jesus se disfarça de Slim no BBB pra ver se vocês tem mais alguma coisa pra fazer da vida além de cuidar da dos outros.

-emicida (@emicida) January 7, 2014

"Talvez o hip hop agora tenha a atenção devida", diz MV Bill

Em entrevista ao UOL, MV Bill disse que não vê problema na participação de Slim. "É a vida pessoal dele. Participar do BBB não vai desconstruir o que ele fez. Achei curioso chamarem ele, porque o 'BBB' teoricamente só aceita desconhecidos e Slim é um cara muito famoso na cultura hip hop", disse.

Para MV Bill, Slim irá se destacar por sua inteligência. "Já participei de dois projetos sociais com ele. Ele é muito articulado. Costumo dizer para o pessoal do hip hop: 'desconfie sempre, mas com moderação'". O rapper, no entanto, disse que não participaria de programas deste tipo. "Fui convidado três vezes e nunca aceitei - e nenhuma vez foi para o 'BBB'. Mas não tenho nada contra esses programas. Talvez o hip hop agora tenha a atenção devida".

O rapper revelou ainda que vai torcer pelo colega e acompanhará o programa. "Fiquei muito curioso para saber o que Slim vai fazer. Mas ele vai experimentar uma coisa que eu nunca experimentei: a superexposição. Vai ser uma coisa da fama pela fama".

Outro colega que também entende de TV é o rapper Max B.O., que apresenta o programa "Manos e Minas", da TV Cultura. "Acho que o hip hop não ganha e não perde. Mas, com certeza vai aumentar a visibilidade dele como artista", disse. "Acho que essa participação será como umas férias em uma casa cheia de câmeras. Torço para o Slim ganhar. Ele luta com o hip hop há muito tempo", lembrou o colega.

Slim já participou do "Manos e Minas" e Max B.O. lembrou que os dois improvisaram juntos ao vivo no estúdio. "Ele já lançou videoclipe no meu programa". O apresentador aproveitou para defender o brother. "Sempre vai existir essa cobrança do pessoal do hip hop. Acho que ele já esperava por isso". Além da torcida, B.O. espera que o amigo arrume uma namorada lá dentro. "Eu vi que entraram duas loirinhas. Ele vai se dar bem", palpitou.

Segundo o produtor do artista, Julio Mossil, antes de entrar na casa, Slim pensou nas críticas que sofreria, mas decidiu encará-las. "Emicida e Criolo, companheiros de caminhada do Slim, também passaram por isso. Foi só eles aparecerem um pouquinho que vieram as críticas", disse Julio.

O produtor revelou que eles estão preparados para tudo. "O público dele precisa entender que ele é uma pessoa normal, com desejos e vontades. Nossos amigos de verdade gostaram da decisão". Julio foi um dos poucos amigos de Slim que soube que ele entraria na casa antes da hora. "Eu precisava saber para desmarcar todos os shows que ele faria nesse mês. Foi uma correria".

A ex-mulher de Slim, Bárbara Sweet, também defendeu o artista. "O Big Brother é essa cultura inútil. Mas eu vi muitos amigos dele manifestando apoio. Ele tem mais de 15 anos de rap. Deu aula de hip hop. As pessoas que o criticam não vivem de hip hop para botarem essa banca de juiz".

Veja Álbum de fotos
Autor: Vinculado ao entretenimento.uol.com


 
 
Deixe seu comentário



Siga o Fofoki