Etiqueta sexual: como agir na primeira vez

Extraído de: mdemulher   Junho 15, 2010

Saiba o que fazer na noite de estréia com o novo namorado, para afastar sua insegurança e curtir o momento

Na primeira transa com o novo namorado, mesmo com os dois loucos de desejo, a chance de algo não sair exatamente como o planejado é grande. Falta de habilidade sexual do seu lado ou do dele? Nada disso! Apenas falta de intimidade, o que é perfeitamente normal - vocês ainda estão se conhecendo.

Fato é que essa noite tão importante para o relacionamento pode fazer qualquer Ph.D. no assunto se sentir uma amadora. ''No meu consultório, tanto homens quanto mulheres reclamam que ficam extremamente ansiosos e que se sentem pressionados a dar o melhor para impressionar o outro'', explica o sexólogo Marcos Ribeiro.

Para ganhar confiança, a dica é não sair correndo para a cama assim que chegarem ao motel. Experimente puxar um papo descontraído, enchê-lo de beijos, carícias e, claro, pedir para ser recompensada.

A grande noite é hoje?

''Um passo importante para manter a ansiedade sob controle é não se sentir forçada a transar pela primeira vez'', conta Ribeiro. Você é quem decide onde e quando mostrar todos os seus valiosos atributos. ''Estou solteira há cinco meses e, apesar de gostar muito de sexo, prefiro sair algumas vezes com um homem antes de irmos para a cama'', conta a engenheira Camila, de 22 anos. ''Se ele só pensa naquilo e insiste o tempo todo em me levar para a sua casa, acredito que não quer nenhum compromisso sério. E tem mais: se topo cheia de dúvidas e receios, não consigo relaxar e diminuo consideravelmente a chance de vivenciar uma noite inesquecível'', pondera. Não há nada de errado em ser sincera com o moço e dizer que ainda não está preparada. Se ele estiver interessado em passar mais de uma noite com você, não deverá ranger os dentes. Vai esperar pacientemente pelos bons momentos que ainda estão por vir.

Falhas? Que falhas?

Atire a primeira peça de roupa quem nunca sentiu aquele friozinho na barriga enquanto se despia na frente de um novo pretendente. ''O truque é curtir essas sensações e usá-las a seu favor. A descarga de adrenalina favorece a excitação'', explica o ginecologista e sexólogo Francisco Anello. Para relaxar, demore mais nos beijos, abraços, apalpadas e outras formas de aquecimento, e tenha em mente que ele está tão nervoso quanto você. Ou mais. Afinal, tem que deixar o menino de prontidão, satisfazer suas altas expectativas e tentar não ejacular tão cedo. Será que vai notar alguma gordurinha extra na sua cintura? Calma, menina, o rapaz estará ocupado observando seus seios, seu bumbum, suas pernas, seus lábios carnudos ''Não há nada de errado em não ser perfeita'', avisa Ribeiro. ''Lembre-se de que ele a desejou exatamente do jeito que é. E que um ambiente à meia-luz, além de abrandar inseguranças desse tipo, aumenta o romantismo'', acrescenta Anello.

''Eu quero assim...''

Seu novo namorado não sabe ler mente, e isso não deve ser um empecilho para uma estréia gloriosa. ''Além disso, homens adoram ser surpreendidos e desafiados'', alerta Ribeiro. Então, fale do que gosta na cama ou mostre como prefere ser tocada de um jeito leve, lúdico. ''Para descontrair, vale começar um strip-tease e, depois de tirar algumas peças de roupa, pedir a ele que faça o mesmo'', sugere o sexólogo. Explorar o corpo um do outro é a melhor forma de descobrir zonas erógenas, que podem render a ambos múltiplos orgasmos. Importante: não censure-o na lata, dizendo que não está fazendo a coisa certa ou que não curte isso ou aquilo. ''Guiar a mão do moço pelo seu corpo dá mais certo. E nada de ficar imaginando o que ele vai pensar. Se o seu temor é parecer excessivamente ousada, vá apimentando a transa aos poucos enquanto observa a reação do parceiro'', completa.

Pedidos malucos: como se safar

Tudo caminha muito bem, até que o moreno alto, bonito e sensual faz um pedido para lá de estranho. E você não se sente nem um pouco confortável para realizá-lo, pelo menos por enquanto. Em vez de arregalar os olhos e sair correndo do quarto, tente raciocinar: ''O fato de nunca ter feito tal loucura não significa que ela é ruim. Assim como você não precisa topar só para parecer legal e liberal'', esclarece Anello. Ele sugere desconversar dizendo algo como ''Essa não é bem a minha praia, que tal tentarmos...''

A etiqueta pós-sexo Alguns casais adoram tomar banho juntinhos; outros, virar para o lado e dormir o sono dos justos. Mas, como vocês ainda não são tão íntimos quanto gostariam, correm o risco de pisar em um campo minado de opções capazes de ofender seu novo amor. Por exemplo, não seja tão insistente a ponto de arrastá-lo para o chuveiro, ou vai parecer que considera o ato sexual ''sujo''. E, se ele estiver na sua casa, ofereça água e biscoitos, e não o número do ponto de táxi - a menos que não queira vê-lo outra vez. Mesmo exaustos depois da maratona na horizontal, se ambos estiverem procurando mais do que uma noite de sexo, não vão reclamar de trocar carícias e palavras por mais 15 minutos.

Quando ele deixa a desejar

''Pode acontecer por causa das altas expectativas que depositamos nessa estréia'', conta Ribeiro. ''Considere que sexo, como muitas outras coisas na vida, também demanda prática, e que vocês vão entrar em sintonia com o passar do tempo'', complementa o profissional. Foi o que fez a estudante de engenharia ambiental Joana, de 23 anos. ''Estava superansiosa e, logo que começamos a transar, o Júlio teve uma reação alérgica horrível. Seu corpo ficou cheio de manchas vermelhas, os olhos e a boca incharam. Paramos no meio do rala-e-rola.'' Valeu a pena esperar! ''A transa acabou acontecendo mais tarde, e estamos juntos há quase três anos'', diz, comemorando. Então, se a performance dele não deixar você de queixo caído no ato, que tal dar uma segunda chance a si mesma? Veja o sábio conselho da cantora Ivete Sangalo. Em entrevista a NOVA, quando perguntamos o que, na opinião dela, não poderia faltar para o sexo ser bom, ela respondeu sem titubear: ''Intimidade. Que mulher é feliz logo no primeiro dia?'' Mas ela sabe que pode valer a pena pedir bis.

Autor: Vinculado ao mdemulher


 
 
Deixe seu comentário



Siga o Fofoki